O termo amador carrega um sentido muito pejorativo quando aplicado a artes como cinema e fotografia. Atribuem-se ao nome sinônimos de trabalho mal feito e descuidado. Leva-se pouco em consideração o sentido principal da palavra amador: aquele que ama. Ama o que faz, mesmo quando não ganha para isso.

Fora do cenário amador, o cinema e a televisão estão cheios de remakers fazendo sucesso como exemplo mais recente, Tron. A ideia de se fazer um remake é aproveitar uma puta história e acrescentar a ela efeitos especiais que não existiam na época em que foi lançada. Em alguns casos, realmente vale requentar a trama.

O premaker é o caminho inverso. Pegar uma história atual e reconstruí-la, sem todo o seu 3D e efeitos sonoros. Por ser um trabalho desenvolvido por amadores, para realizar tal feito, usam-se cenas de filmes antigos que tragam alguma semelhança com o filme que será premasterizado.

Abaixo dois exemplos realizados por whoiseyevan, um dos filmes Up! e Caça Fantasmas.

Imagem de Amostra do You Tube Imagem de Amostra do You Tube

 

Postado por André e indicado por @ggandine

Written By

André Fantin

Editor do Repertório Criativo, publicitário e escritor por teimosia. Atualmente vive na Irlanda em busca de inspiração.